ARQUIVO 1

Conheça os principais nomes que podem disputar a prefeitura de Parnaíba-PI

O segundo maior município do Piauí deve apresentar um grande número de candidatos na próxima eleição

21 de novembro de 2022, às 09:00 | Douglas Cordeiro

A sucessão municipal já e pauta recorrente entre políticos, jornalistas e população. Nomes são especulados, alainças são projetadas, apoios. A eleição de 2024 é uma continuação do embate político deste ano e vai definir quais partidos e políticos vão sair fortalecidos e se a polarização que domina política brasileira vai ter combustível para continuar até 2026.

Antes, vamos recordar o resultado do pleito eleitoral de 2022, que foi inteiramente desfavorável ao atual gestor que conseguiu eleger a filha. Gracinha Moraes Souza, para a Assembleia Legislativa. Mão santa entrou para a história política de Parnaíba ao ser o único a conquistar pela terceira vez um mandato como gestor. 

No município administrado por Mão Santa, um dos maiores opositores do PT, a base governista conquistou uma ampla vitória. No 1º turno, Lula teve 62,78% dos votos e Bolsonaoro, candidato do prefeito, ficou com 29,83%. Já no 2º turno, Lula ficou com 65,68% e Bolsonaro com 34,32%.

Para governador, Rafael Fonteles, do PT, alcançou 57,17% dos votos váidos e Sílvio Mendes, do UNIÃO BRASIL, 41,62%. Na disputa pelo Senado Federal, Wellington Dias, do PT, obteve 51,34% e Joel Rodrigues, do PROGRESSISTAS, 47,60% dos votos.

O Blog do Pessoa, do jornalista Carlson Pessoa, fez algumas projeções no cenário político de Parnaíba, segundo maior colégio eleitoral do Piauí, que possui uma série de desafios que exigem do próximo (a) gestor (a) municipal capacidade de articulação política e de gestão.

Embora seja cedo para discutir a sucessão municipal, é importante que o parnaibano comece a observar no cenário, quem são aqueles que reúnem as melhores condições para iniciar esse diálogo com a população. O grupo liderado pelo prefeito Mão Santa, tem discutido possíveis nomes nos bastidores, alguns até já repercutiram para além do gabinete. 

O assessor e jornalista João Carlos Guimarães, é um dos nomes. Recentemente criou-se uma polêmica por causa do nome “João Mão Santa”. Parentes do prefeito e até mesmo aliados antigos, queixaram-se da proporção em que o rumo da conversa estava ganhando, e resolveram jogar “panos quentes” para estancar um possível sangramento entre os aliados. 

No mesmo grupo, a vereadora Neta Castelo Branco (UNIÃO BRASIL), apresenta-se como outro possível nome. Ela contaria com o apoio da primeira-dama, Adalgisa Moraes Souza, com quem é vista com bastante frequência. 

A tentativa de emplacar o nome do ex-governador Zé Filho em algumas enquetes, acaba não surtindo muito efeito, porque ele mesmo, disse por diversas vezes em público, que não tinha interesse em voltar para a prefeitura. 

Forças políticas consideradas tradicionais, como o ex-prefeito Zé Hamilton não descartam participar desse processo. O grande problema seria convencer à população, de que o grupo que ele lidera não sairia enfraquecido, já que o genro Beto Teles (PROGRESSISTAS), atual vice-prefeito, demonstrou ter interesse de lançar seu nome para a prefeitura. Ele e Mão Santa romperam politicamente há quase um ano.

Existem mais dois grupos políticos que podem amadurecer a ideia da sucessão, mas que precisam definir quem encabeçaria essa caminhada. O primeiro, pela lógica da maioria dos votos, é liderado por Florentino Neto (PT), deputado federal eleito. Ele pode apoiar a mulher, Flaviana Veras, para o gabinete municipal, foi ela quem articulou e coordenou a campanha de Florentino na região norte na última eleição.

Neste mesmo grupo, o nome do deputado estadual, Hélio Oliveira (MDB), também é lembrado, foi ele o segundo mais votado para o cargo de prefeito na eleição de 2020.

O grupo do poder legislativo, apesar de até agora, nenhum dos possíveis pré-candidatos publicamente acenarem para o assunto, tem os nomes de Carlson Pessoa (UNIÃO BRASIL), Ricardo Veras (REPUBLICANOS) e André Neves (REPUBLICANOS), que admitem essa possibilidade e marchariam com suas bases independente de apoio de aliados históricos.

Fechando a contagem, o ex-prefeito de Cocal da Estação e deputado estadual eleito, Rubens Vieira, já disse que aceitaria o desafio de concorrer a prefeitura de Parnaíba.

Prefeito de Parnaíba, Mão Santa / FOTO: Portal GP1


Com a colaboração do Blog do Pessoa


REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

VÍDEOS MAIS VISTOS