ARQUIVO 1

Dr. Pessoa precisa ter cuidado para não repetir os mesmos erros de Collor e Dilma

Não vivemos em um regime parlamentarista, mas respeitar a Câmara Municipal é bom e conserva o mandato

27 de outubro de 2022, às 13:30 | Douglas Cordeiro

Vários vereadores de Teresina foram claros nos recados mandados ao prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, sobre sua gestão desastrosa e a nova reforma administrativa.

Os parlamentares querem mais participação no executivo e cobram uma correção de rumo na forma como Dr. Pessoa conduz sua administração.

Enzo Samuel, Thanandra Sarapatinhas, Venâncio Cardoso, Deolindo Moura, Alan Brandão, Bruno Vilarinho, Markim Costa, Gustavo de Carvalho e Poliana Rocha, reuniram-se e declararam-se independentes.

Nos bastidores, comenta-se que o grupo está insatisfeito com a relação com o Palácio da Cidade e cobra duas SAADs (Superintendência das Ações Descentralizadas) e a SEMCASPI (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas). 

Para tentar chegar a uma solução, Dr. Pessoa lembrou que existe um experiente articulador político na sua equipe, o secretário de Planejamento, João Henrique, que foi encarregado de solucionar o problema.

Outro abacaxi para descascar é a previsão oçamentária para 2023 que pode sofrer uma grande redução, o que significa uma derrota para o prefeito de Teresina. As emendas que vão ser apresentadas, propõe uma diminuição de R$ 80 milhões na ETURB (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), comandada pelo filho de Dr. Pessoa, João Pessoa Filho (Pessoinha), R$ 10 milhões da secretaria de Governo, gerida pelo genro do prefeito, André Lopes e R$ 10 milhões da secrearia de Comunicação, administrada pelo jornalista, Lucas Pereira.

Os vereadores também querem alterar um dispositivo da Lei Orçamentária que permite ao prefeito de Teresina realocar 35% dos recursos para qualquer pasta. A proposta é diminuir a magem para 10%.

O vereador Alan Brandão (PDT), que é o relator, declarou que é necessário mais dinhiero para Saúde, Educação, STRANS e SAAD-Leste.

Só lembrando que os veradores Edson Melo, Evandro Hidd, Luiz Lobão, Aluísio Sampaio, Ismael Silva e Paulo Lopes já são da bancada de oposição, caso os vereadores independetes resolvam integrar a trincheira oposicionista, a situação vai ficar difícil para Dr. Pessoa no parlamento.

Dr. Pessoa precisa olhar para a história polícia do Brasil e entender o que aconteceu com Fernando Collor e Dilma Rousseff. O que aconteceu que os dois ex-presidentes que pode ocorrer com o prefeito de Teresina? Onde eles erraram? Faltou manter boa relação com quem?

Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa / FOTO: Portal GP1


REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

VÍDEOS MAIS VISTOS