ARQUIVO 1

"Incluir os pobres no orçamento é uma posição de Lula e do povo", diz Wellington Dias

Segundo Wellington, mesmo com dívida, há grandes possibilidades para o Brasil, mas tem que fazer o dever de casa, medidas duras

15 de novembro de 2022, às 11:30 | TV Cultura

O Roda Viva entrevistou Wellington Dias (PT-PI), coordenador do Orçamento na equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta segunda-feira (14/11).

Questionado pelo jornalista Manoel Ventura, repórter do O Globo, o senador explica a negociação com o centrão e relação do partido com o senador Renan Calheiros.

"O senador Renan Calheiros, com toda experiência que tem, trouxe alternativas. Por muito tempo, é importante lembrar, o povo brasileiro ficou de fora. Isso aqui não é só um jogo de palavras, colocar os pobres no orçamento é uma posição não só do presidente, mas uma necessidade do povo brasileiro", afirma Wellington Dias. 

O senador eleito pelo Piauí, ainda falou sobre a dívida do país e o projeto do governo para o teto de gastos, medida que foi aprovada durante o mandato de Michel Temer. A regra criada tem como objetivo controlar a dívida pública e limitar o aumento de gastos públicos em relação à inflação.

“O Brasil tem uma dívida interna de quase 87% do PIB (Produto Interno Bruto), boa parte das dívidas é a curto prazo. A inflação está alta e subindo, juros elevados. A dívida consome boa parte do orçamento, toda essa questão do teto, tem essa preocupação, nós queremos honrar. Nós estamos falando de um Brasil que escolheu um presidente que não é amador, que já foi presidente por oito anos, duas vezes eleito, terminou o mandato com alto nível de aprovação. Ao lado de Lula ,está o vice-presidente, Geraldo Alckmin, que foi 16 anos governador de São Paulo. São duas pessoas experientes, responsáveis, mas que sabem que vão encontrar dificuldades. Mesmo em uma cenário de dívida, há grandes possibilidades para o Brasil, mas tem que fazer o dever de casa, medidas duras. Nós precisamos pensar no lado humano, o povo escolheu um governo muito humano, nós temos que cuidar das pessoas, principalmente daquelas que mais precisam", disse o senador eleito pelo Piauí.

Wellington Dias


REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

VÍDEOS MAIS VISTOS